logo

top

imagemlandscape

Juntos pela Europa em 5 cidades de Portugal

segunda-feira, 14 de Maio de 2012

Foram mais de 1000 os participantes nos 5 eventos e manifestações que tiveram lugar no dia 12 de Maio em 5 cidades portuguesas: Porto, Coimbra, Lisboa, Faro e Funchal. Estiveram presentes autoridades civis e religiosas, entre as quais 2 deputados que louvaram a iniciativa.

Porto
O Porto contou com a presença de D. Manuel Clemente que, na sua intervenção, sublinhou a importância do “Juntos pela Europa” neste momento histórico do continente. Diante de uma sala com uma numerosa presença de jovens, encorajou-os a terem como modelo os fundadores da Europa que, mesmo se eram apenas três, tinham ideias pelos quais lutaram, sem parar diante das controvérsias. Também eles, continuou o bispo, não deveriam olhar para o facto de serem poucos, mas deveriam procurar incidir na sociedade sendo “fermento na massa”. Assim, concluiu: "O meu gosto e a minha alegria de estar aqui é ver tanto fermento para levedar a massa europeia".

Faro
O Bispo da Diocese do Algarve, D. Manuel Quintas, esteve na abertura do evento em Faro. Entre outras coisas afirmou: “Vim para vos dar um estímulo a continuarem a envolverem-se sempre neste projeto do Juntos pela Europa.” “Ainda somos poucos, mas somos uma semente. Tudo o que nasce é pequeno e não podemos deixar de reavivar o espirito cristão na Europa”. “Tenho pena que hoje haja vários programas na cidade e na Diocese, mas este é o único programa que já estava assinalado no programa da Pastoral desde o ano passado e, mesmo se por breves minutos, não podia deixar de vir para agradecer e dar-vos um incentivo de prosseguir adiante.”
Depois, referiu que nas duas celebrações das bênçãos das pastas dos jovens universitários deste mesmo dia, tinha falado deste evento e leu o manifesto dos 7 SIMs. Parecia visivelmente contente com os jovens que cantavam e apreciou muito a mensagem das suas letras. Sentiu-se que tínhamos um grande adepto do Juntos pela Europa conosco!

Lisboa
Em Lisboa, a iniciativa viu envolvidas cerca de 400 pessoas numa grande animação nas ruas entre o Terreiro do Paço e o castelo de S. Jorge, durante toda a manhã. À tarde, contou com a presença de algumas personalidades entre as quais o professor João César das Neves que, entre outras coisas, afirmou: “Se não formos nós a dar este sinal de esperança, não sei quem o poderá fazer”.
No Funchal, a iniciativa previa a recolha de alimentos em alguns locais da cidade. Além disso foi apresentado o projeto “Juntos pela Europa” na Missa da catedral e na procissão por ocasião das celebrações do 13 de Maio que nesta cidade se celebra na véspera. O evento continua a ser muito «atual» e «tem um grande alcance desde que João Paulo II lançou a ideia (no Pentecostes de 1998)», lembrou D. António Carrilho.
«O papa deu-se conta de que muito de positivo na construção europeia devia-se aos valores cristãos e à presença evangelizadora da Igreja, e a Europa foi grande por isso. O desafio foi então lançado aos movimentos e obras laicais, mais empenhados na ação social, económica, política, etc., mas, hoje, a iniciativa mantém-se atual e até podemos dizer com certa urgência e emergência, pois, o tipo de sociedade e os problemas que se verificam atualmente exigem um novo paradigma de vida e mostra que é preciso recuperar os valores perdidos, não de forma repetida, mas com algo de novo e o mesmo espírito evangelizador de outrora”.

Coimbra
Em Coimbra, durante o evento foi feita a final do concurso organizado em algumas escolas da cidade com trabalhos apresentados sobre “as raízes cristãs da Europa”.

 

Foton14

Para ver mais fotos clique aqui

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Agenda

Sem eventos