logo

top

imagemlandscape

Movimento Apostólico de Schoenstatt

Schoenstatt

Schoenstatt é um movimento apostólico, uma família no coração da Igreja Católica que se desenvolveu a partir do Santuário Original na Alemanha, um lugar de graças, de peregrinações e de formação cristã. Os santuários de Schoenstatt formam uma rede de vida - em todos os continentes e em mais de 40 países - que se sustenta e tem a sua origem no Santuário Original.

O centro do carisma de Schoenstatt é a Aliança de Amor com Maria, origem de uma espiritualidade e de uma pedagogia, cuja finalidade é a formação do Homem Novo na Nova Comunidade que, segundo o exemplo de Maria, seja instrumento na renovação do tempo actual. A missão de Schoenstatt é a missão de Maria, que abre caminhos na actualidade, para que Cristo possa nascer e, na força do Espírito Santo, conduzir a humanidade ao Pai.

No dia 18 de Outubro de 1914, o Padre José Kentenich, num acto de fé na providência, propôs a um grupo de jovens consagrarem-se a Maria, selando com Ela uma aliança. Pediram-lhe que se estabelecesse numa pequena capela abandonada, transformando-a num lugar de graças e de peregrinações. Eles comprometiam-se a oferecer a Maria os méritos conquistados por uma intensa vida de oração e pelo esforço por viver a santidade na vida diária. Dessa aliança de amor mútuo surgiu o lema: "Nada sem ti, nada sem nós".

Foi a luz da fé na Divina Providência que guiou aquele passo arriscado - uma resposta de fé aos desafios da I Guerra Mundial que começava. Naquele tempo, e ainda hoje, a vida em abundância que surge a partir do Santuário confirma a presença activa de Maria e a irrupção da graça de Deus.

No espírito dessa primeira aliança, renovada e actualizada, existem actualmente cerca de 200 santuários espalhados em todos os continentes. Em Portugal existem quatro.

Saiba mais em: http://www.schoenstatt.pt/ e http://www.schoenstatt.org/pt

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Agenda

Sem eventos


  • SIM à Vida

    Dizemos SIM à vida e empenhamo-nos a defender a sua dignidade inviolável em todas as suas fases, da concepção à conclusão natural.



  • SIM à família

    Dizemos SIM à família ligada por um pacto indissolúvel de amor entre homem e mulher, raiz de uma sociedade solidária e aberta ao futuro.



  • SIM à criação

    Dizemos SIM à criação, protegendo a natureza e o ambiente, dons de Deus a serem tutelados com empenho respeitoso pelas gerações presentes e futuras.



  • SIM à solidariedade

    Dizemos SIM à solidariedade para com os pobres e os marginalizados, próximos e distantes; são os nossos irmãos e irmãs. Pedimos aos nossos governos e à União Europeia que se empenhem com decisão a favor dos pobres e do desenvolvimento dos países desfavorecidos, em modo especial da África.



  • SIM à paz

    Dizemos SIM à paz e empenhamo-nos para que nas situações de conflito se possa chegar a um entendimento e à reconciliação, através do diálogo. Sem a paz o nosso mundo não tem futuro.



  • SIM à responsabilidade

    Dizemos SIM à responsabilidade para com a sociedade e trabalhamos para que as cidades se tornem, com a participação de todos , lugares de solidariedade e de acolhimento a pessoas de origens e culturas diferentes.



  • SIM a uma economia justa

    Dizemos SIM a uma economia justa, ao serviço de cada pessoa e de toda a humanidade.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7