logo

top

imagemlandscape

O Movimento dos Focolares

Movimento-dos-Focolares web

O Movimento dos Focolares teve o seu início em 1943 na cidade de Trento (Norte de Itália). Chiara Lubich e as suas primeiras companheiras descobriram que Deus é Amor em todas as circunstâncias e decidiram escolhê-lo como único Ideal, mudando assim o rumo das suas vidas. Compreenderam que, para responder concretamente ao Amor de Deus, era preciso amá-Lo nos irmãos. Começaram a amar quem estava ao lado.

Atualmente o Movimento dos Focolares está difundido em 182 países, dos cinco continentes, englobando mais de quatro milhões e meio de pessoas: jovens, adultos, famílias, sacerdotes,  consagrados. O principal compromisso dos seus membros é viver com radicalidade o mandamento do amor recíproco, para que se mantenha sempre viva a presença de Jesus, como Ele próprio prometeu, a quem estiver unido no Seu nome. (Mt 18.20).

Deste modo, procuram construir pontes entre pessoas de diferentes raças, culturas e religiões, para chegar à realização do testamento de Jesus: "Que todos sejam um". Trata-se assim de um projeto de unidade para a família humana, na fraternidade, objetivo para o qual nasceu o Movimento dos Focolares.

Mais informações em: http://www.focolares.org.pt/

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Agenda

Sem eventos


  • SIM à Vida

    Dizemos SIM à vida e empenhamo-nos a defender a sua dignidade inviolável em todas as suas fases, da concepção à conclusão natural.



  • SIM à família

    Dizemos SIM à família ligada por um pacto indissolúvel de amor entre homem e mulher, raiz de uma sociedade solidária e aberta ao futuro.



  • SIM à criação

    Dizemos SIM à criação, protegendo a natureza e o ambiente, dons de Deus a serem tutelados com empenho respeitoso pelas gerações presentes e futuras.



  • SIM à solidariedade

    Dizemos SIM à solidariedade para com os pobres e os marginalizados, próximos e distantes; são os nossos irmãos e irmãs. Pedimos aos nossos governos e à União Europeia que se empenhem com decisão a favor dos pobres e do desenvolvimento dos países desfavorecidos, em modo especial da África.



  • SIM à paz

    Dizemos SIM à paz e empenhamo-nos para que nas situações de conflito se possa chegar a um entendimento e à reconciliação, através do diálogo. Sem a paz o nosso mundo não tem futuro.



  • SIM à responsabilidade

    Dizemos SIM à responsabilidade para com a sociedade e trabalhamos para que as cidades se tornem, com a participação de todos , lugares de solidariedade e de acolhimento a pessoas de origens e culturas diferentes.



  • SIM a uma economia justa

    Dizemos SIM a uma economia justa, ao serviço de cada pessoa e de toda a humanidade.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7