logo

top

imagemlandscape

APRESENTAÇÃO DAS ENS

ens

As Equipas de Nossa Senhora (ENS) surgiram em 1939 por iniciativa do Padre Henri Caffarel e de um conjunto de casais franceses, estando actualmente presentes em 76 países e contando com mais de 120.000 equipistas.

Trata-se de um movimento de espiritualidade conjugal cujo objectivo é ajudar os casais a viver plenamente o seu sacramento do Matrimónio em ordem à santidade, anunciando ao mundo os valores do casamento cristão pela palavra e pelo testemunho de vida. 

São uma escola de formação para casais cristãos unidos pelo sacramento do Matrimónio, oferecendo meios concretos, organizando-se em equipas com 5 a 7 casais que constituem comunidades de fé, para ajudar cada casal a alimentar o amor conjugal e a prosseguir no seu caminho de conversão, apoiando-se uns nos outros em equipa.

Descubra mais no seguinte Vídeo ou no site das ENS

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Agenda

Sem eventos


  • SIM à Vida

    Dizemos SIM à vida e empenhamo-nos a defender a sua dignidade inviolável em todas as suas fases, da concepção à conclusão natural.



  • SIM à família

    Dizemos SIM à família ligada por um pacto indissolúvel de amor entre homem e mulher, raiz de uma sociedade solidária e aberta ao futuro.



  • SIM à criação

    Dizemos SIM à criação, protegendo a natureza e o ambiente, dons de Deus a serem tutelados com empenho respeitoso pelas gerações presentes e futuras.



  • SIM à solidariedade

    Dizemos SIM à solidariedade para com os pobres e os marginalizados, próximos e distantes; são os nossos irmãos e irmãs. Pedimos aos nossos governos e à União Europeia que se empenhem com decisão a favor dos pobres e do desenvolvimento dos países desfavorecidos, em modo especial da África.



  • SIM à paz

    Dizemos SIM à paz e empenhamo-nos para que nas situações de conflito se possa chegar a um entendimento e à reconciliação, através do diálogo. Sem a paz o nosso mundo não tem futuro.



  • SIM à responsabilidade

    Dizemos SIM à responsabilidade para com a sociedade e trabalhamos para que as cidades se tornem, com a participação de todos , lugares de solidariedade e de acolhimento a pessoas de origens e culturas diferentes.



  • SIM a uma economia justa

    Dizemos SIM a uma economia justa, ao serviço de cada pessoa e de toda a humanidade.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7