logo

top

imagemlandscape

JUNTOS PELA EUROPA EM PORTUGAL

Uma experiência de verdadeira comunhão

Unidos pela Fé e Esperança em Cristo, representantes de vários Movimentos e Comunidades da Igreja Católica em Portugal iniciaram em 2009 um caminho de comunhão, motivados em dar expressão nacional à iniciativa “Juntos pela Europa”. O caminho percorrido tem sido marcado, desde o princípio, pela vontade de contribuir com as nossas forças unidas e animados pelos nossos carismas, para o desenvolvimento de uma experiência de verdadeira comunhão entre os que a ela se associarem, procurando dar resposta à exigência, hoje em dia cada mais sentida, de um “relacionamento de comunhão”, e de uma “cultura da reciprocidade”, para que os valores da experiência cristã se tornem recursos vitais para toda a sociedade.

Um marco na história do “Juntos pela Europa”

No dia 12 de Maio de 2012, Portugal participou no grande encontro europeu que envolveu simultaneamente cerca de 150 cidades europeias entre as quais 5 cidades portuguesas: Coimbra, Faro, Funchal, Lisboa e Porto. O evento central teve lugar em Bruxelas, no Square Meeting Center, com a presença do antigo Presidente da Comissão Europeia, Romano Prodi. Nele participou uma delegação portuguesa.
O 12 Maio 2012 foi um marco na história do “Juntos pela Europa” (JpE), nomeadamente em Portugal. Um dos aspectos determinantes foi ter passado a existir uma realidade multilocal (5 cidades) com dinâmicas próprias e expressões que as tornaram de algum modo únicas; essas dinâmicas e expressões passaram a constar das formas de manifestação de cada cidade.

Um expressivo envolvimento da Igreja local

Em algumas cidades existe um expressivo envolvimento da Igreja local, inclusive com a participação do seu mais alto representante. Num dos encontros, o Bispo local manifestou o desejo de que “os movimentos de espiritualidade tivessem um lugar muito maior na Igreja Diocesana” e transmitiu ainda a convicção de que o projeto “Juntos pela Europa” está ao serviço de uma Europa mais cristã.

Jesus no meio de nós

O Evangelho levou-nos a um pacto de amor recíproco conforme o mandamento novo de Jesus , que é o fundamento da nossa comunhão. O amor recíproco faz experimentar a presença de Cristo segundo a sua promessa: “Onde dois ou três estão unidos no meu nome, eu estou no meio deles.” Este é o verdadeiro significado de cada encontro ou atividade em comum: Jesus no meio de nós.
Como perspectivas e vontades sublinham-se a de crescer na comunhão, promover e incentivar o conhecimento recíproco e incentivar a participação de outros Movimentos e Comunidades cristãs.

 

Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9

Agenda

Sem eventos


  • SIM à Vida

    Dizemos SIM à vida e empenhamo-nos a defender a sua dignidade inviolável em todas as suas fases, da concepção à conclusão natural.



  • SIM à família

    Dizemos SIM à família ligada por um pacto indissolúvel de amor entre homem e mulher, raiz de uma sociedade solidária e aberta ao futuro.



  • SIM à criação

    Dizemos SIM à criação, protegendo a natureza e o ambiente, dons de Deus a serem tutelados com empenho respeitoso pelas gerações presentes e futuras.



  • SIM à solidariedade

    Dizemos SIM à solidariedade para com os pobres e os marginalizados, próximos e distantes; são os nossos irmãos e irmãs. Pedimos aos nossos governos e à União Europeia que se empenhem com decisão a favor dos pobres e do desenvolvimento dos países desfavorecidos, em modo especial da África.



  • SIM à paz

    Dizemos SIM à paz e empenhamo-nos para que nas situações de conflito se possa chegar a um entendimento e à reconciliação, através do diálogo. Sem a paz o nosso mundo não tem futuro.



  • SIM à responsabilidade

    Dizemos SIM à responsabilidade para com a sociedade e trabalhamos para que as cidades se tornem, com a participação de todos , lugares de solidariedade e de acolhimento a pessoas de origens e culturas diferentes.



  • SIM a uma economia justa

    Dizemos SIM a uma economia justa, ao serviço de cada pessoa e de toda a humanidade.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7